noticias


25/03/2013 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Consultorias apostam em novo formato de recrutamento
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Os crescentes desafios para atrair talentos têm feito com que novas formas de contratação e treinamento, até então pouco conhecidas no país, comecem a ganhar espaço nas empresas brasileiras. O desgaste de modelos tradicionais de recrutamento é um dos motivos para o crescimento de modalidades como o Recruitment Process Outsourcing (RPO), serviço terceirizado onde uma consultoria assume quase totalmente as funções da área de recursos humanos para selecionar funcionários.

 

"As empresas estão interessadas em novas formas de atração de talentos, além das já consolidadas", afirma Vivian Dib, diretora da Randstad Professionals. O RPO é um deles, e a explicação para o seu sucesso crescente pode estar no fato de que as consultorias se responsabilizam por um dos maiores problemas operacionais dos departamentos de RH: as contratações. "Nesse modelo, uma equipe especializada trabalha em tempo integral no cliente, cuidando de todas as fases do recrutamento, enquanto o departamento de RH se dedica a funções mais estratégicas", afirma Ricardo Barberis, CEO da Manpower Brasil.

Barberis explica que o RPO já é uma prática consolidada nos Estados Unidos e vem ganhando espaço em países emergentes como a China e a Índia. As consultorias alegam que o serviço promove um ganho de eficiência, principalmente em organizações onde a demanda por contratações é grande. "Nessas companhias, muitas vezes não compensa contratar uma consultoria para trabalhar vagas pontuais", afirma.

 

A redução de custos acontece porque o trabalho da equipe de RPO é cobrado por consultor alocado no projeto e não por vaga fechada, como acontece no recrutamento tradicional. Segundo Vivian Dib, outro benefício para a empresa é o fato de que o consultor se torna um especialista no cliente. "Inserido no dia a dia da companhia, ele entende melhor sua cultura e seus valores", afirma.

A seleção de profissionais, porém, não é o único problema que as empresas enfrentam na gestão de pessoas. Outro desafio tem sido treinar e desenvolver mão de obra qualificada na velocidade que o ritmo dos negócios exige. Esse é o caso da área de pós-vendas da Volkswagen que, há três anos, viu necessidade de padronizar a qualidade dos serviços dos profissionais que têm contato direto com os clientes nas concessionárias. "Contratamos uma empresa para implementar os processos e treinar os profissionais. Gostamos tanto que depois de algum tempo ficamos interessados em contratar os consultores para o nosso time", afirma.

 

Diretor da Holomática, a consultoria que teve seus funcionários 'assediados' pelo cliente, Eduardo Quadrado enxergou uma oportunidade de negócio nessa uma prática comum de mercado. "Percebi que minha empresa poderia ser uma fonte de mão de obra qualificada para a Volkswagen", afirma. Desde então, a consultoria continua a fornecer os serviços de treinamento da equipe das concessionárias, mas com o objetivo de, ao final de algum tempo, 'perder' alguns profissionais para a contratante. "Na prática, a Holomática se tornou especialista em recrutar e formar gente com o perfil desejado pela área de pós-vendas da Volkswagen", afirma.

 

A experiência se transformou em produto e hoje a Holomática desenvolve serviços customizados semelhantes para outros clientes como a Jaguar Land Rover e a Martin Brower. Nesse último caso, a solução oferecida foi justamente o RPO. "Recrutamos 280 pessoas para montar um centro de distribuição em 4 meses. A vantagem de termos trabalhado com esse modelo foi redução de custos e, ao mesmo tempo, do turnover do segmento", explica Quadrado.

 

Fonte: Valor Economico



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 9-9208-9621 (WhatsApp) | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento