noticias


18/10/2013 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Governo admite prorrogar desconto de IPI
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Ministro do Desenvolvimento acha provável, mas depende da Fazenda.

O governo admitiu pela primeira vez a possibilidade de estender para 2014 o atual desconto de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos carros vendidos no País, em vigor desde 2012 e renovado para este ano. "É uma possibilidade, acho provável que seja (prorrogado)", disse a jornalistas o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, logo após a cerimônia de inauguração da linha de produção do Hyundai ix35, na fábrica do Grupo Caoa em Anápolis (GO). "Mas essa será uma decisão da Fazenda e do ministro Mantega, pois depende do cumprimento das metas fiscais do governo", acrescentou Pimentel.

Nos últimos dois meses representantes dos fabricantes reunidos na Anfavea e dos distribuidores oficiais associados à Fenabrave têm feito visitas constantes à Brasília, para encontros com ministros e secretários tanto do Ministério do Desenvolvimento (MDIC) como da Fazenda. Especula-se que tenham feito pedidos para estender pelo menos até março de 2014 o atual desconto de IPI, em face ao declínio das vendas verificado desde o meio deste ano. Somente agora o pleito foi confirmado pelo ministro Pimentel. 

Ele aproveitou mais uma ampliação de fábrica para destacar o que chamou de "sucesso" da atual política industrial do setor automotivo, o Inovar-Auto. "Desde a criação do programa, em 2011, já foram anunciadas 11 novas fábricas com investimento que já somam quase R$ 9 bilhões", disse Pimentel. "Ao contrário do que disseram alguns analistas, o Brasil não se fechou com essa política, mas está modernizando suas fábricas e investindo em crescimento." 

BENEFÍCIO ESTENDIDO 

O IPI para veículos está reduzido desde maio de 2012. Desde então a retomada da cobrança integral do imposto foi adiada três vezes. A desoneração anunciada naquele ano tinha validade até outubro e foi prorrogada para dezembro com intenção de evitar recuo das vendas. Em seguida, o benefício foi estendido para o início de 2013, quando a cobrança do imposto deveria ser retomada gradualmente. No mês de março, depois de o tributo ter o primeiro aumento, o governo anunciou que a alíquota permaneceria menor até dezembro deste ano. 

Com isso, o IPI está atualmente em 2% para carros com motor até 1.0, em 7% para modelos com propulsor flex de 1.0 a 2.0, em 8% para veículos 1.0 a 2.0 a gasolina e em 18% para carros acima de 2.0.

Fonte:Automotive Business



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 9-9208-9621 (WhatsApp) | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento