noticias


28/11/2013 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Latin NCAP: veículos vendidos no Brasil ganham nota máxima pela primeira vez
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Depois de avaliar 34 veículos novos em três anos (14 deles com nenhuma ou apenas uma estrela), o Latin NCAP classificou pela primeira vez com cinco estrelas, a nota máxima, modelos produzidos na América Latina. Os resultados da quarta fase do programa, divulgados na quarta-feira, 27, em evento no Rio de Janeiro, mostram que os fabricantes finalmente resolveram melhorar estrutura e conteúdo de seus modelos - ou ao menos de uma parte deles -, uma vez que os consumidores passaram a conhecer o nível de segurança dos carros novos antes de adquiri-los. 

Nesta última bateria de testes do ano, cinco automóveis foram avaliados pela Latin NCAP, exatamente como são vendidos no Brasil, a pedido das próprias montadoras. Elas patrocinaram o teste e com isso escolheram os modelos a serem testados, assim puderam (em tese) mandar para a destruição o que tinham de melhor, mas não puderam fazer nenhuma mudança no carro a ser avaliado. 

Dentre os cinco analisados, três conquistaram cinco estrelas em proteção aos adultos: os Ford EcoSport e Focus hatch e o Volkswagen Jetta, modelos globais e que são vendidos com mesmo conteúdo em outros mercados de primeiro mundo. Chevrolet Malibu (com dez airbags) e Hyundai HB20S (sedã) ganharam quatro estrelas. Na avaliação do transporte de crianças, Focus e Jetta pontuaram melhor, com quatro estrelas. EcoSport e HB20S ficaram com três. Malibu, com apenas uma. 

Vale destacar que nenhum dos carros testados está entre os mais vendidos no Brasil. O mais barato, o HB20S, fabricado no País, teve pouco mais de 4,3 mil unidades comercializadas em outubro. Neste mesmo mês, o EcoSport, também feito por aqui, registrou 5,7 mil emplacamentos. O Focus hatch, em sua terceira geração, importado da Argentina, e o mexicano Jetta fecharam com 1,4 mil unidades cada. E o Malibu, importado dos Estados Unidos e comercializado aqui como carro de luxo, teve apenas 27 emplacamentos, segundo dados da Fenabrave, a federação dos distribuidores de veículos. 

DESEMPENHOS 

Alejandro Furas, diretor técnico do Global NCAP e engenheiro responsável por divulgar os resultados, conta que todos os automóveis foram submetidos a uma colisão frontal a 64 km/h contra um obstáculo deformável, que atinge 40% da parte dianteira. Após o impacto, sensores mediram os efeitos do choque sobre dois manequins de tamanho adulto (que ocupam os bancos dianteiros) e sobre outros dois que simulam a presença de uma criança de 3 anos e de outra de um ano e seis meses nos assentos traseiros. 

De acordo com o engenheiro, EcoSport, Focus e Jetta conseguiram cinco estrelas porque suas montadoras também autorizaram a realização de crash test lateral, no qual os veículos apresentaram performance adequada. HB20S e Malibu não passaram pelo impacto lateral.

"A boa proteção oferecida pelo Ford Focus, o Ford EcoSport e o VW Jetta nos tranquiliza e comprova que as fábricas locais podem produzir carros cinco estrelas. Esperamos continuar a testar novos modelos, estimulando a melhoria do nível de segurança oferecida aos consumidores", declara Furas. "Todos os sócios do programa Latin NCAP concordam em que esta é a melhor maneira de encerrar o ano, e iniciar 2014 com uma perspectiva positiva", completou Maria Fernanda Rodríguez, presidente do Latin NCAP. 

MODELOS FORD 

Esta é a segunda vez que o SUV compacto da Ford é avaliado pelo Latin NCAP. A fabricante decidiu submetê-lo aos testes novamente depois de incorporar lembrete do uso de cinto de segurança no banco do passageiro. Com a alteração, o EcoSport passou de 13,64 para 14,64 dos 17 pontos possíveis no quesito de proteção ao adulto. Em relação à segurança das crianças transportadas, o modelo manteve os 31 dos 49 pontos possíveis, com três estrelas. 

Porém, a mais recente bateria de testes do EuroNCAP, divulgada também na quarta-feira, 27, sugere que o SUV tem desempenho inferior quando submetido a número maior de experimentações de segurança. O EcoSport, que começou a ser vendido recentemente em países europeus, teve uma estrela a menos no EuroNCAP: quatro. Provavelmente, porque na Europa a avaliação é mais rigorosa. São feitos crash-tests frontal, lateral com barreira, lateral com poste e com pedestre. 

A terceira geração do Focus hatch, vendida desde outubro no Brasil, conseguiu 16,52 pontos (de 17 possíveis) na proteção para adultos, a maior nota até agora, e 38,06 (de 49) para crianças, por causa do uso de cadeirinhas com sistema Isofix. As pontuações mais próximas do máximo sugerem que um carro global projetado para ser vendido em qualquer mercado (e o Focus tem sido o mais vendido do mundo) é melhor preparado em segurança em relação àqueles projetados preferencialmente para países emergentes, como é o caso do EcoSport.

HYUNDAI HB20S 

O sedã da família Hyundai também passou pela avaliação do Latin NCAP pela segunda vez. A fabricante de origem coreana melhorou o nível de proteção das pernas e do peito do motorista ao rever totalmente a estrutura do carro. Além disso, acrescentou o sistema Isofix para instalação de cadeirinhas. Como resultado, o HB20S pulou de 10,23 para 13,8 pontos no quesito de proteção para adultos e de 4,77 para 34,52 pontos no critério de segurança às crianças. 

VOLKSWAGEN JETTA 

O veículo da Volkswagen - que tem dois airbags, assim como os modelos da Ford e da Hyundai - surpreendeu com um dos melhores resultados apurados até agora pela instituição. O sedã de luxo conseguiu 15,34 pontos de 17 possíveis na proteção para adultos e 39,2 pontos de 49 possíveis no quesito segurança para crianças. 

CHEVROLET MALIBU 

De todos os modelos analisados, o Chevrolet Malibu é o que tem o maior número de airbags instalados: são dez no total. E é o único a ter sistema de detecção do uso da cadeirinha no banco da frente, o qual anula o uso do airbag. Mesmo assim o veículo não obteve nota máxima para proteção de adultos e nem de crianças. 

De acordo com o diretor Furas, o habitáculo do sedã é bom e tem potencial para atingir as cinco estrelas. Mas não obteve porque os lembretes do uso do cinto de segurança e da cadeirinha instalados no modelo não cumprem os requisitos do Latin NCAP. Outro complicador é que a cabeça do boneco infantil se chocou com a parte de trás do encosto dos bancos da frente. "O Malibu conta com sistema Isofix, porém, não estava instalado conforme os protocolos do Latin NCAP, não podendo ser utilizados durante o teste", afirmou Furas. O carro da General Motors também não fez o teste de impacto lateral.
 

Confira os resultados das fases anteriores: 

Fonte: Automotive Business



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 9-9208-9621 (WhatsApp) | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento