noticias


08/05/2014 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
FCA anuncia planos ousados até 2018
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

A liderança do Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), companhia global que surgiu da fusão da Fiat com a Chrysler, se reuniu na terça-feira, 6, em Michigan, nos Estados Unidos, para apresentar ousado plano de negócios para o período de 2014 até 2018 a analistas financeiros e investidores. 

Sergio Marchionne, CEO da FCA, coordenou a reunião, e contou com a presença de Cledorvino Belini, presidente da FCA América Latina, para detalhar as expectativas para o mercado na região, que terá ainda em 2014 nova fábrica de veículos em Goiana (PE) e contará com o aumento da capacidade produtiva em Betim (MG). 

FIAT 

Segundo os executivos, a marca Fiat, que hoje no Brasil conta com Palio, Uno, Punto, Siena, Grand Siena e Linea na gama, deverá lançar diversas novidades no mundo e também aqui nos próximos cinco anos. 

Ainda em 2014, a marca promete o facelift do Novo Uno no País. Em 2015, será a vez de um novo subcompacto para substituir o Mille. Neste mesmo ano, a Fiat espera lançar uma picape média, diferente da Strada, por aqui. Para 2016, são projetados os novos Punto e Grand Siena, além de um crossover pequeno, que poderá substituir o Idea, que sequer aparece entre os veículos atuais do portfólio. Para 2017, espera-se o Novo Palio. Para 2018, o Novo Siena. 

JEEP 

De acordo com Mike Manley, presidente e CEO da Jeep, a marca vendeu 85 mil unidades em todo mundo em abril, volume recorde em seus 73 anos de história. Segundo o executivo, o Grupo FCA espera emplacar mundialmente 1,9 milhão de veículos Jeep em 2018, volume bastante superior às 732 mil unidades entregues em 2013. A região América Latina e China deverá ser responsável por 50% do crescimento. 

Manley contou em sua apresentação que a Jeep terá sua produção redistribuída. Se hoje faz cinco modelos em apenas um país, passará a produzir seis em seis países. 

Estão confirmados para o portfólio da marca o facelift do Cherokee até 2016 e a volta do Grand Wagoneer, utilitário full-size, para 2018. Os novos Grand Cherokee e Wrangler serão apresentados até 2017. O Renegade tem fabricação confirmada em Pernambuco a partir de 2015 e é provável que mais um veículo Jeep seja feito na unidade brasileira. O CEO Mike Manley disse ao site Automotive News que o sucessor de Compass e Patriot, um SUV, também poderá ser fabricado por aqui a partir de 2016. 

CHRYSLER 

A Chrysler, que vendeu 350 mil veículos em 2013, espera entregar 800 mil deles em 2018, voltando ao patamar de vendas que registrava em 2005, antes da crise econômica. Para avançar, a marca também promete novidades. O novo sedã médio 200 e o sedã grande 300 devem chegar ainda em 2014. O sedã compacto 100 passa a ser a opção de entrada da gama da Chrysler em 2016. Um ano depois, chegará um crossover grande para competir com o Ford Explorer, com direito a versão híbrida. Em 2018, será a vez de um crossover médio. 

DODGE 

A Dodge também prometeu aos investidores da FCA vender mais mundialmente nos próximos cinco anos. Segundo o grupo, as vendas da marca cresceram 133% de 2010 a 2014. Estão confirmados facelift do Challenger e do Challenger SRT em 2014, do Viper em 2015 e do Durango em 2017. Deverão ser lançados os novos Charger e Charger SRT em 2014, Dart Dart SRT Journey e o CUV SRT entre 2016 e 2017. Para 2018, a marca promete um novo subcompacto, disponível nas variantes hatch e sedã. 

ALFA ROMEO 

A Alfa Romeo tem grande pretensão para o mercado global. O grupo espera vender 400 mil automóveis em 2018, em alto salto sobre as 74 mil unidades entregues em 2013. Para tanto, a marca deverá investir ? 5 bilhões no lançamento de sete modelos inéditos: um veículo médio em 2015 e, entre 2016 e 2018, dois compactos, mais um médio, um sedã grande, dois utilitários e um esportivo. 

FERRARI 

A Ferrari, segundo Marchionne, terá um lançamento por ano entre 2014 e 2018. Cada um dos novos modelos, que não tiveram detalhes revelados, deverão ter um ciclo de vida de quatro anos. 

A produção anual da Ferrari deverá ficar limitada a 7 mil unidades, com o intuito de manter a exclusividade da marca de luxo. A partir de 2018, este volume poderá chegar a 10 mil unidades fabricadas anualmente. 

MASERATI 

A Maserati não ficou de fora dos planos e também terá novos modelos nos próximos anos. A primeira novidade a se juntar à gama, que já conta com os renovados Ghibli e Quattroporte, será o crossover Levante. Na sequência chega à Europa a versão de produção do Alfieri concept, bem como sua variante cabrio. Por fim, será lançada a nova geração do GranTurismo - mas não a do GranCabrio, que sairá de linha. 

Fonte: Automotive Business



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 9-9208-9621 (WhatsApp) | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento