noticias


26/08/2014 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Sinotruk é habilitada como investidora
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

A Sinotruk é a nova habilitada ao Inovar-Auto como investidora (categoria projeto de investimento), por meio da SBTC, atual detentora no Brasil dos diretos de venda da marca, informa em comunicado divulgado na segunda-feira, 25. A companhia foi contemplada na portaria publicada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) no dia 14 deste mês. Até então, a representante da fabricante chinesa CNHT Cera habilitada como importadora, mas havia pedido a mudança de categoria ao MDIC em 31 de março deste ano, na ocasião da entrega de seu plano de fábrica no Brasil.

Com a nova habilitação, a Sinotruk terá direito à apuração do crédito presumido de IPI limitado a 312 unidades importadas entre 1º de agosto a 31 de janeiro de 2015. A cota de importação com isenção dos 30 pontos adicionais de IPI ficou em 1.250 caminhões por ano, até o início das atividades da nova fábrica, previsto para 2016. Até lá, continuam a ser importados da China os modelos da família A7, nas versões 4x2, 6x2 e 6x4, bem como suas peças e componentes, incluindo as do modelo Howo.

PLANO DE FÁBRICA

No comunicado, a Sinotruk reforça que a habilitação dará continuidade ao seu plano de construção de fábrica no Brasil, a primeira da CNHTC fora da China. A unidade será erguida na cidade de Lages (SC) em um terreno doado pela prefeitura, localizado às margens da BR 282, com pouco mais de 1 milhão de metros quadrados. O terreno faz parte de uma área ainda maior, de 2,7 milhões de metros quadrados, destinada à construção do Parque de Inovação da Serra Catarinense (PISC), um polo industrial criado pela prefeitura em parceria com o governo de Santa Catarina, sendo a Sinotruk a primeira empresa a se instalar no local. 

A prefeitura, que também será a responsável pela terraplanagem do terreno da Sinotruk, já deu início ao processo de licitação que vai eleger, até o fim de setembro, a empresa que prestará o serviço de movimentação de terra, com início previsto em outubro e duração de três meses e com custos aproximados de R$ 9 milhões.

Neste local será construído o prédio que abrigará a linha de montagem. Pelos planos, a Sinotruk espera iniciar a construção do prédio em janeiro de 2015, cuja duração está estimada em um ano.

Com capacidade produtiva instalada de 8 mil unidades, a linha de montagem começará montando caminhões da linha de veículos extrapesados da Sinotruk, em regime de CKD (Completely Knock-Down). A empresa prevê 1,8 mil unidades para o primeiro ano de produção. Até o fim 2017, planeja atingir o índice de 60% de nacionalização de componentes de seus caminhões, conforme o mínimo exigido pelo Inovar-Auto e pelo BNDES para aprovar financiamentos via Finame. Só após esta fase, a marca chinesa prevê introduzir sua linha de veículos médios e de semipesados.

"A produção em escala da unidade fabril deve iniciar oficialmente em julho de 2016, mas, antes disso, a linha de montagem já terá cumprido uma fase de, pelo menos, um trimestre de produção de unidades de teste", afirma em nota Joel Anderson, diretor presidente da SBTC, cujo capital é formado por quatro acionistas: Nextruk (grupo de empresários do setor de transporte e distribuição de veículos), Sinotruk Import & Export (subsidiária da chinesa CNHTC), a SC Participações e Parcerias (empresa de fomento do governo de Santa Catarina) e um quarto investidor, que segundo a empresa, ainda está em processo de negociação.

Foi mantida a previsão de investimento de R$ 300 milhões para a construção civil da fábrica, para equipar a linha de montagem, além do centro de distribuição de peças em Joinville, logística e desenvolvimento de rede, ainda considerando que o investimento possa chegar a R$ 1 bilhão no médio prazo, como já havia determinado anteriormente. 

Atualmente, a rede da Sinotruk conta com 26 pontos de atendimento, dos quais 20 concessionarias e seis postos de serviço. A marca prevê a nomeação de novos distribuidores em Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Pernambuco: "Sem abrir mão da meta atingir o número de 40 concessionárias plenas até o final de 2015", declara João Silvano Pacheco, gerente de operações da Sinotruk Brasil.

Fonte: Automotive Business



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 9-9208-9621 (WhatsApp) | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento