noticias


22/05/2015 -
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
AMG deve crescer até 30% no Brasil, diz Mercedes.
 
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Com a renovação da gama AMG no Brasil, aMercedes-Benz tem alta expectativa para 2015 e prevê crescimento de 20% a 30% nas vendas de seus modelos de alto desempenho por aqui. Em 2014 foram vendidos 504 veículos da linha superesportiva, quase o dobro em relação aos 269 de 2013. Para 2015 a projeção é vender entre 100 e 150 unidades a mais, podendo chegar a 654. 

Como atrativo aos clientes, a Mercedes estabeleceu taxa fixa do dólar a R$2,60 para os três principais lançamentos do braço esportivo: C 63 S, GT S e S 63 Coupé. A montadora não dá previsão do número vendas específica para esses modelos no País.

A marca justifica o crescimento previsto com base no aumento portfólio, que agora é de 14 modelos, e conta também com os mais baratos, como os A 45 AMG, CLA 45 AMG e GLA 45 AMG. Esses veículos são vendidos no Brasil em reais e os demais AMG em dólar com a taxa subsidiada de R$ 2,45.

Outros dois AMG lançados são considerados essenciais pelos executivos Mercedes para alcançar a meta de vendas no nicho esportivo: GT S e S 63, que custam US$ 329,9 mil e US$ 346,9 mil, respectivamente. Os dois já têm cinco unidades vendidas cada e também contam com o dólar fixo subsidiado pela fabricante no valor de R$ 2,60, válido até junho.

CAVALARIA ESPERTA

O Mercedes-AMG C 63 S tem nada menos que 510 cavalos distribuídos em 8 cilindros em V. Sob o capô, o lançamento da Mercedes para junho conta com motor V8 de 4 litros. O carro leva quatro segundos para chegar a 100 km/h e tem velocidade máxima controlada de 290 km/h. A montadora trará apenas a versão topo de linha do modelo, que conta com transmissão automática AMG Speedshift de sete velocidades com dupla embreagem e tração traseira, além das rodas aro 19.

Os destaques do modelo vão para a suspensão esportiva AMG Ride Control e os quatro modos de condução (Comfort, Sport, Sport+ e Race), que também controlam a intensidade do rondo do motor conforme a escolha, graças ao defletor localizado no sistema de escapamento duplo.

Os outros dois lançamentos também contam com características exclusivas. O GT S usa o mesmo motor 4.0 V8 biturbo a gasolina de 510 cavalos, indo de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos. Sua velocidade máxima, também controlada, é de 310 km/h. Já o S 63 AMG Coupé é equipado com um propulsor 5.5 V8, também biturbo a gasolina, de 585 cv, que faz o bólido sair da inércia a 100 km/h em 3,9 segundos. O carro tem ainda faróis com 94 cristais Swarovski.


Da esquerda para a direita: S 63 Coupé, C 63 S e GT S

 

FONTE: AB



Comentários


Nenhum comentário no momento!



Cadastre o seu comentário
 
Titulo:
Nome:
Email:
 
Comentário

(0 / 1000)
Receber comentários por email:
 
 



Voltar

 


RH AUTOMOTIVE
contato@rhautomotive.com.br (11) 2384-1036 | (11) 3777-3906
RH AUTOMOTIVE - todos os direitos reservados | Desenvolvimento